Como cuidar da pele do rosto - Perfumes dp

Como cuidar da pele do rosto

em 02/10/2019

Quanto mais cedo começarmos uma rotina diária de cuidados com o rosto, melhores resultados alcançaremos, não só no presente mas no futuro também!

cuidar da pele em 6 passos simples


Hoje vamos falar um pouquinho sobre os cuidados que todas nós precisamos ter, para que nossa pele tenha uma boa aparência, seja saudável e fique sempre linda! Este post pode servir pra vc leitora, mas serve pra quem faz também, enfim, com humildade, estamos sempre em aprendizagem. 

Antes de tudo, é preciso entender que a alimentação influencia e muito na nossa pele, então é necessário repensar no que estamos ingerindo tá bom amores?, mas isto é um pauta pra depois, vamos ao assunto:

Alguns passos são essenciais para ficar com uma pele mais bonita e é muito importante que iniciemos bem cedo os cuidados diários com o nosso rosto, pois o acúmulo de sujeira na pele leva à obstrução dos poros, favorecendo o aparecimento de cravos e espinhas, além de contribuir para o envelhecimento precoce.

Estes são os passos corretos para manter uma pele saudável:


1 - Demaquilar
2 - Limpar
3 - Tonificar
4 - Esfoliar
5 - Hidratar
6 - Proteger




1 - Demaquilar


Cuidado facial - demaquilante
(Imagem Mariola Sliwa - Dreamstime)
O demaquilante é um aliado essencial para quem usa maquiagem constantemente.

Chegou da balada e tá com preguiça de retirar a maquiagem? hummm.... saiba que é necessário removê-la para que sua pele se regenere durante à noite, pois além de aliviar os poros para que eles respirem, o demaquilante ajuda remover outras impurezas como no caso as que provocam o surgimento de cravos e espinhas.

Quais os Tipos de Demaquilantes:
  • Lenços: ótimos quando se quer rapidez. Existe lenços para diversos tipos de peles.
  • Leite: Ideal para quem pele seca ou sensível. O leite de limpeza não resseca e ainda ajuda a tonificar.
  • Água micelar: Ideal para qualquer tipo de pele, remove as impurezas sem deixar a pele oleosa nem ressecar.
  • Sabonete líquido demaquilante: Para todos os tipos de pele, especialmente as mistas e oleosa
  • Demaquilante bifásico: Indicado para remover qualquer tipo de maquiagem, especialmente as mais pesadas e à prova d’água.

Prefira demaquilantes que sejam hidratantes e auxiliem na regeneração da pele, além dos que tem ingredientes hipoalergênicos e testados dermatologicamente para evitar reações alérgicas ou de hipersensibilidade ao produto.




2 - Limpar

Cuidado facial limpeza
(Imagem Sunny_baby  Stock Free Images)


A limpeza do rosto é essencial e um sabonete facial é o produto ideal. O sabonete adequado para seu tipo de pele ajudará a eliminar o excesso de oleosidade, suor, maquiagem e células mortas.
A limpeza remove essas impurezas e deixa a pele pronta para absorver os demais produtos, sejam cremes hidratantes ou maquiagem.

A higienização dever ser realizada pelo menos duas vezes ao dia:
  1. De manhã porque enquanto dormimos à noite, nosso rosto produz oleosidade, mais precisamente de madrugada e ao acordarmos nossa face está brilhante e com impurezas.
  2. À noite, pois ir pra cama sem limpar o rosto e principalmente se estiver com maquiagem, culminará na obstrução dos poros, favorecendo o aparecimento de manchas, ressecamento e até a queda dos cílios. 

Erros comuns ao higienizar:
  • Lavar o rosto com água quente. O correto é a água morna.
  • Lavar e não enxaguar o suficiente.
  • Lavar o rosto e esquecer do pescoço.
  • Após lavar o rosto esfregar com a toalha. Isto irrita a pele, lave mas seque o rosto dando leves batidinhas com a toalha.

Qual sabonete usar: 

Depende da sua pele mas se vc não sabe qual seu tipo ou tem dúvida é melhor consultar um dermatologista.

Pele Oleosa/Mista:
Prefira sabonete em gel e que contêm em sua fórmula adstringentes, que ajudam no combate a estas impurezas. São adequados para descongestionar os poros obstruídos, eliminando o excesso de oleosidade e destruindo as bactérias que causam a acne. Os antissépticos, adstringentes e esfoliantes são ideais para as peles oleosa e mista.


Pele Seca/Sensível:
Prefira sabonete com ph neutro, umectante, hidratante. Fuja dos que tem álcool em sua composição. Existem sabonetes em creme, com uma textura mais grossa e eles contêm ingredientes hidratantes como os óleos botânicos, são suaves e limpam a pele sem eliminar todos os óleos naturais.
Os sabonetes em creme também podem vir em forma de leite ou loção.
Pode usar também a Água micelar que possui pequenas moléculas de óleo suspensas em água. Estas moléculas atraem o óleo, a maquiagem, enfim a sujeira, mas não é só isso, ela tem outras funções: limpa, tonifica e hidrata a pele. Não é necessário enxaguar com água nem esfregar a pele. . São ideais para a pele seca e sensível.

(No caso de pele sensível, a recomendação é consultar com dermatologista para que ele possa avaliar e indicar o  produto ideal)

Alguns sabonetes são antissépticos, adstringentes, anti-inflamatórios, outros para acne, enfim... existe muitas finalidades e saber qual o seu tipo de pele vai determinar a sua opção de compra.



3 - Esfoliar



(Imagem Tomak Stock Free Images)
O que é esfoliação facial:
A esfoliação consiste em eliminar as células mortas para que a pele possa se renovar. A esfoliação proporciona uma textura mais lisa e macia deixando-a preparada para absorver melhor os tratamentos como os de acne, clareamento, envelhecimento, etc.

Quantas esfoliações são ideais por semana:
Peles oleosas e mistas se dão bem com a esfoliação que pode ser feita 2 vezes por semana. Já para as peles normais, a frequência deve ser menos. Em peles secas o uso contínuo do produto pode ressecar ainda mais, por isso, é aconselhável um espaço de tempo maior e dependendo do caso, é melhor deixar o esfoliante de lado.

Como fazer a esfoliação:
Pra aplicar o produto, a pele deve estar úmida, enxaguada. Faça movimentos suaves e circulares, sem muita pressão para não machucar o rosto.

O que usar após a esfoliação:
Após a esfoliação deve-se usar um hidratante em gel ou sérum para peles oleosas, e um hidratante umectante para pele seca.






4 - Tonificar


Cuidado facial limpeza
(Imagem - Tomak  Stock Free Images)

O que é tônico facial: 

O Tônico é um dos produtos menos usados atualmente, contudo, ele merece ser avaliado com outros olhos. Depois da limpeza, o tônico vai ajudar a remover resíduos persistentes que o sabonete não conseguiu retirar. Ele hidrata, refresca, proporciona elasticidade, reestrutura os tecidos, fecha os poros e promove a absorção de nutrientes além de equilibrar o ph da pele.

Como passar o tônico corretamente:
Coloque o produto em um disco de algodão ou no próprio algodão e comece pela na zona T. Faça movimentos suaves em direção às bordas do rosto; depois, passe na mandíbula, pescoço e linha do cabelo.



5 - Hidratar



(Imagem Dmitry Bairachnyi - Dreamstime)


O hidratante ajuda a repor a água e todos os nutrientes que sua pele necessita para ficar saudável, ele age na pele nutrindo os tecidos para estimular uma aparência mais saudável.

Existem vários tipos de hidratantes faciais. A escolha deve ser aquele que melhor se adapte ao seu tipo de pele, sendo que durante o dia deve ser um produto e durante à noite outro, pois a pele tem necessidades diferentes no período diurno e no noturno. Vale lembrar que pele oleosa também necessita ser hidratada e neste caso prefira os hidratantes oil free, a base de água.

Considere também a época do ano, é aconselhável usar um hidratante no verão e outro no inverno.

Escolha do hidratante ideal: Lembre-se que o creme será aplicado no seu rosto diariamente, portanto, a qualidade é fundamental pois reações geradas por hipersensibilidade, irritação ou descamação, são mais provenientes quando se usa produtos de baixa qualidade.




6 - Proteger


Cuidado facial protetor solar
Thepmphoto  Stock Free Images

A exposição solar em excesso (radiação ultravioleta UV - UVA e UVB) é quando nos expomos ao sol por longos períodos.

Os raios solares penetram profundamente, provocando várias reações, como por exemplo queimaduras, vermelhidão, o aparecimento de pintas, sardas, manchas, rugas e outros problemas que  tem efeito cumulativo na pele.
O filtro solar ajuda a proteger da radiação ultravioleta, prevenindo o envelhecimento precoce, queimaduras e inclusive e reduzindo o risco de câncer de pele que é a maior consequência da exposição solar inadequada.
Um protetor solar ideal deve ter AMPLO ESPECTRO, ou seja, proteção contra as radiações UVA, UVB, infravermelha e luz visível.

Mas e a vitamina D que é produzida ao tomar sol?

Sempre houve controversas entre os dermatologistas sobre usar ou não o protetor neste caso, mas já está confirmado pela Sociedade Brasileira de Dermatologista que o protetor não interfere no estímulo à vitamina D, sendo que o melhor horário de exposição para produzir essa substância no corpo a fim de diminuir o risco de fraturas ósseas, osteoporose, reduzir o surgimento de doenças crônicas, como as cardiovasculares, as autoimunes e alguns casos de câncer é antes das 10 horas da manhã e depois das 15 horas da tarde nas áreas expostas por 5 a 10 minutos todos os dias, passando o protetor antes!


"Vários estudos comprovam que o uso prolongado de filtros solares tem pouco ou nenhum efeito nos níveis de vitamina D, não induzindo a hiperparatireoidismo e osteoporose.


Dez minutos de exposição solar, duas vezes por semana, numa área do tamanho da face, são suficientes para a síntese da vitamina D. Indivíduos com deficiência dessa vitamina devem confiar e repor os níveis com suplementos de vitamina D na dieta, e não com exposição solar intensa."
Fonte: http://www.surgicalcosmetic.org.br


Qual Fator de proteção devo usar?


A Sociedade Brasileira de Dermatologia recomenda FPS de no mínimo 30 todos os dias,  faça chuva ou faça sol e é recomendável que o filtro solar seja aplicado de 15 a 30 minutos antes da exposição ao Sol, e reaplicado regularmente, a cada duas ou três horas para para quem faz atividade física ao ar livre, pois vai suar muito ou para quem trabalha na rua e pelo menos 2x ao dia para quem não se expõe demais ao sol.

Para as peles clarinhas o fator deve ser 50 e para quem tem maior exposição como por exemplo uma rotina na rua, o FPS deve ser maior que 50.
FPS maiores que 50 oferecem alta proteção e geralmente são recomendados em alguns casos com necessidades específicas detectadas pelo dermatologista, ou ainda nos casos em que as pessoas tem uma rotina de exposição solar maior mas não necessariamente para a população em geral que possui baixa exposição solar.


Qual a quantidade devo aplicar

No que se refere a quantidade do protetor a aplicar, a maioria das pessoas usa menos do que deveria.
O Consenso Brasileiro de Fotoproteção, em 2013 criou-se a "regra da colher de chá", que determina a proporção ideal de fotoprotetor para cada parte do corpo.
Rosto, cabeça e pescoço devem receber uma colher de chá de filtro solar cada um. 
Torso e costas, duas colheres de chá cada. 
Segundo a SBD, o ideal é 2mg por cm² de pele para o corpo e na face, pescoço e orelhas de 1,5 a 2mg.

Se o protetor solar não for aplicado corretamente, usando a quantidade certa como descrito acima, vc estará aplicando menos produto e isto diminuirá a eficácia do FPS(fator de proteção solar). Supondo que vc use o FPS 30 mas aplique uma camada muito fina, o FPS diminuirá para um valor menor e ficará abaixo do ideal.

Na piscina ou no mar
O filtro deve ser passado sempre, pelo menos 15 minutos antes de entrar na água e após sair dela.
Também deve-se secar a pele antes de reaplicar o protetor, pois se tiver com o rosto molhado o protetor dilui na água. 


Qual filtro solar usar

Escolha um filtro ou protetor que seja resistente à água.
Use um protetor facial que tem em sua química componentes diferentes do corporal e que são mais adequados para a pele sensível do rosto.
Protetor facial tem ingredientes exclusivos para a pele do rosto e geralmente não ardem os olhos. 
Para quem tem pele oleosa com tendência a acne, existe protetores em gel ou produto livre de óleo, porém, é necessário reaplicar o filtro no rosto a cada imersão na água devido eles terem pouca resistência a água.  
Para concluir, é importante ressaltar que um dermatologista deve ser consultado periodicamente para avaliação, acompanhamento e indicação de produtos adequados.




Tipos de pele



Normal
A pele normal é equilibrada, sem excesso de oleosidade ou ressecamento. Normalmente os poros são pequenos e pouco visíveis.

Seca
A pele seca é deficiente em água e sebo. É áspera e sem brilho. Normalmente tem poros poucos visíveis,  é mais propensa à descamação e vermelhidão. 
A pele seca pode ser causada por fatores genéticos ou hormonais, menopausa e também por condições ambientais, como o tempo frio e seco, o vento e a radiação ultravioleta. 
Banhos com água quente, podem provocar ou contribuir para o ressecamento da pele.

Oleosa
Tem aspecto mais brilhante devido a maior produção de sebo. Apresenta poros dilatados e maior tendência ao aparecimento de acne, de cravos e de espinhas.
Contribuem para a oleosidade da pele a herança genética, fatores hormonais, excesso de sol, estresse e uma alimentação com alto teor de gordura. 

Mista
É o tipo de pele mais frequente. Tem aspecto oleoso e poros dilatados na “zona T” (testa, nariz e queixo), podendo apresentar acne nesta região e seco nas bochechas e extremidades.

Fontes: Sociedade Brasileira de Dermatologia



Se você achou útil esta postagem, compartilhe com seus amigos e familiares para que eles também possam saber sobre os cuidados com a pele facial e se você tem comentários sobre qualquer produto que usou e gostou, nós adoraríamos saber sua opinião!   




Nenhum comentário , comente também!

Postar um comentário